---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Arraste widgets para dentro do bloco. excluir bloco

  • Apresentação

    Cercada por belos vales e montanhas, ao pé da Serra Geral, a pequena Rio Fortuna fica a cerca 200 quilômetros (via BR-101) da capital, Florianópolis. Sua população (de 4.446 habitantes, conforme dados do Censo 2010) vive, em grande maioria, nas áreas rurais. A cidade é conhecida por sua diversificação agrícola, com o cultivo de fumo, madeiras (eucalipto) e a criação de peixes, suínos e gado. Na economia, a cidade é destaque no setor leiteiro, desde a produção do leite até o processamento da matéria-prima, transformada em queijos, bebidas lácteas, doce de leite, entre outros. Na indústria também é forte a presença do setor de madeiras e fabricação de móveis. Nos últimos anos, deu-se início à utilização das águas dos rios para produção de energia. Somente às margens do rio Braço do Norte, que corta a cidade, são três Pequenas Centrais Elétricas (PCHs) construídas.
    Rio Fortuna possui ainda inúmeros pontos turísticos não explorados. São fontes de águas termais, cachoeiras, rios e belos montes e montanhas. Dos pontos mais altos da cidade, é possível avistar os paredões da Serra Geral. Belezas que encantam aos olhos de quem as vê, mas que ainda não oferecem acesso facilitado, nem estrutura adequada.
    Com forte presença de católicos, a cidade tem como principal evento a tradicional Festa do Padroeiro São Marcos, realizada no final de abril, que recebe visitantes de todo estado, atraídos pela hospitalidade dos moradores, pela saborosa gastronomia e pelo motocross, que em 2013 voltou a estar na programação do evento. A cada dois anos, em agosto, a cidade também realiza a Expofortuna, uma feira/exposição que tem como objetivo mostrar aquilo que a cidade produz de melhor. Intercalado com a Expofortuna, ocorre a festa alemã da cidade, a Gemeindefest, oportunidade em que se resgata os costumes e tradições dos primeiros colonizadores destas terras.

  • IDMS - Índice de Desenvolvimento Municipal Sustentável

    Índice Geral: 0,610

    O IDMS é uma ferramenta para a aplicação do conceito de desenvolvimento municipal sustentável construído a partir de uma série de indicadores considerados fundamentais para diagnosticar o grau de desenvolvimento de um território. Esse índice, ao avaliar o desenvolvimento, configura-se como uma ferramenta de apoio à gestão capaz de evidenciar as prioridades municipais e regionais e situar as municipalidades em relação a um cenário futuro desejável. A sustentabilidade é entendida como o desenvolvimento equilibrado das dimensões Social, Cultural, Ambiental, Econômica e Político-institucional.

    Sociocultural

    0,737

    Econômica

    0,519

    Ambiental

    0,409

    Político Institucional

    0,774

Arraste widgets para dentro do bloco. excluir bloco